quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Eu li...Assentados nos lugares celestiais / Ana Mendez Ferrel

O livro de Ana Mendez, como não poderia deixar de ser, é um livro baseado em visões e revelações proféticas. Alias, Ana Mendez tem sido considerada como profetiza e apóstola no famoso grupo "rede apostólica internacional". Todavia, a intenção da autora em compartilhar com os leitores sua visão é nobre, porém peca na falta de fundamentação bíblica. O próprio editor Pr. Silas Quirino, no prefacio a edição brasileira, alerta aos leitores assim: Os que intentarem ler este livro de uma perspectiva meramente acadêmico-exegética, talvez, não aguentem chegar ao fim, porque sua natureza não é esta, p.10.

Ana Mendez, então, interpreta a Bíblia à luz de suas experiências pessoais, quando a regra para uma correta interpretação do texto é o oposto disso. Ela, por exemplo, diz que devemos ver e entrar no Reino de Deus literalmente (baseado em João 3). Então devemos orar, ser arrebatados e ver Deus face a face. Ou seja, não precisamos esperar morrer para isso. Como ela chegou a esta conclusão? Segundo relatado no livro, ela foi arrebata ao céu várias vezes e viu Deus e seu Reino. Então nada mais natural sugerir que este texto que registra a fala de Jesus com Nicodemus signifique o que a experiência dela a ensinou.

De fato, Ana, deseja que a igreja alcance um nível de intimidade, que ela chama, o nível da Noiva. Ser filho, para ela, não basta mais, há níveis mais profundos. O problema nesta visão é que ela foi mais uma vez demasiadamente literalista. Na página 132, ela chega a dizer que enquanto noiva, teve uma experiência com os beijos da boca do Senhor. Achei um pouco estranho. Ela testemunha assim: Numa ocasião, enquanto adorava e sentia "esses beijos" da boca do Senhor; Ele me levou, em espírito, ao céus.

Precisamos sempre nos lembrar que devemos julgar as experiências a luz da palavra de Deus e não o contrário. E Ana Mendez, como tem aversão ao estudo teológico, não se preocupa em fazer isso. O importante, segundo ela, é ser arrebatado, ouvir novas palavras de Deus, ver o Reino literalmente, etc. Chama atenção a falta de alertas para que estas experiências sejam governadas pela palavra escrita de Deus.

Como postei no artigo inteiro, acredito que é importante cultivarmos um fé viva e experimental, mas nunca podemos deixar de firmar nossos pés na sólida edificação dos apóstolos e profetas na Bíblia, e não como ela sugere quando diz que uma nova edificação apostólica está sendo alicerçada. Para Ana Mendez, estamos para viver a verdadeira unção apostólica.

Fiquei com a sensação, que ainda que ela não goste de teologia, existe neste livro uma teologia bem peculiar, e por mais que tente, não há como fugir disso. Todos que falam de Deus estão teologizando. E dentre muitas particularidades, duas chamam atenção de qualquer leitor. Primeiro, o fato de Ana tentar inculcar que nos somos espíritos e menos carne (uma visa bastante platônica e agnóstica, onde o corpo é inerentemente mal.) Segundo, a teologia bizantina de ver a Deus fisicamente, literalmente.

Acretido que Ana Mendez é uma serva de Deus, piedosa, e certamente deseja com devoção a manifestação do Reino de Deus. Não sou contra a pessoa de Ana Mendez, de modo algum. Mas lendo seus escritos, me convenço mais uma vez que a Bíblia precisa ser o alicerce de toda nossa vida cristã. Fugir disso, pode ser perigoso.

O livro pode edificar quem busca uma fé mais sobrenatural, mas não convence teologicamente.

Soli Deo Gloria

9 comentários:

mundomadaleudes disse...

Fico feliz e grata a Deus por levantar o irmão para fazer esse comentário. Ouvi uma mensagem pregada por Ana Mendéz Ferrell e fiquei muito preocupada com as coisas que ela prega e que não têm nenhuma base bíblica. Já vi outros comentários na Internet, mas sempre de um mesmo autor. Creio que o povo de Deus precisa se posicionar, quando pessoas se apresentam como Evangélicas, mas não consideram a Bíblia como suficiente para nossas crenças, princípios doutrinários, revelação, ou qualquer outro nome que se queira dar. Parabenizo o irmão pela forma amorosa e equilibrada de manifestar a sua opinião. Que o Senhor o abençõe nesse ministério!

Daniel Grubba disse...

Obrigado irmã. Que Deus nos use para alertar a igreja de Cristo. Estamos sofrendo com a falta de critério em julgar os ensinos a lua da palavra de Deus conforme I Tes. 5.21,22
Eu já ouvi Ana diversas vezes ao vivo e a cada ano que passa as elocubrações pioram. As novas revelações surgem e a palavra escrita é esquecida. A gota dágua foi quando ela disse que devemos deixar a bíblia de lado as vezes.
Abraços,
Daniel

Anonymous disse...

é uma pena que tem alguns neófitos que não acreditam nessa mulher de Deus. Deus vai sim derramar uma manifestação gloriosa nesta terra, e o proprio Jesus disse isso. Ana que Deus continue abençoando o seu ministério que a cada dia você possa experimentar mais e mais da presença e glória de Deus, continue sendo essa guerreira das nações, pois ainda Deus não destruiu a terra por causa de pessoas como você e muitos outros que acreditam no poder manifestador do Espirito Santo; eu tambem acredito e espero receber mais de Deus. pois é nescessário que ele cresça e eu diminua, aqueles que não acreditam no que Deus tem feito com vocês é porque não leem a vida dos apostolos, que viviam numa vida sobrenatural. um dos fatos foi o caso de Felipe quando ele pregou para o eunuco; depois que ele batizou o eunuco o espirito transladou ele para uma outra parte. (leiam por favor o livro de Atos e persam que Deus te revele as dimensões sobrenaturais que há neste livro...
somos realmente um povo que não tem dado credito a palavra do Senhor, que Deus repreenda em nossas vidas todo espirito farizaico, eles nunca acreditavam que aquele que o crucificaram, era o filho de Deus altissimo, que pena!!! perdeu uma grande oportunidade de viver com o messias face a face. muitos dos homens cuspiram em Jesus maltrataram ao nosso Senhor ninguem aumenos sabia quem era ele. mas a verdade era que Jesus realmenta era o filho de Deus,que tinha tudo poder nos céus e na terra, e ele mesmo falou que coisa maiores do estas para os que nele cressem, iriam fazem. obrigado Jesus por que o Senhor não iriam nos deixar confundido. pois meus queridos é uma grande pena que vocês zombem dessa mulher de Deus. Ana entendeu que ela podia viver uma vida intima aqui na terra com cristo. A propria Bibli declara isso, em relação a só esprar a vinda de Jesus para termos comunhão com ele, paulo declara que somos os mais míseraveis se pensarmos assim, ou vocês tambem não acreditam em paulo? mais foi isso que ele disse. para finalizar cristo morreu e ressuscitou estar vivo ele ver o coração de cada um. Seu nível de maturidade vai despertar no senhor um grande desejo de ter uma intima comunhão com você, assim foi com Davi por meio da adoração, assim pode ser com você.

Daniel Grubba disse...

Obrigado pelo comentário.

Sr. Anonimo disse: é uma pena que tem alguns neófitos que não acreditam nessa mulher de Deus.

Em primeiro, o que voce quer dizer com neófito? Em segundo, o que exatamente significa acreditar nesta mulher de Deus? Voce quer dizer que tudo o que ela fala deve ser aceito sem nenhum critério? Ou até mesmo que a palavra dela tem a mesma autopridade que a Palavra de Deus? Peço a gentileza que o Sr. leia Atos 17.11 e veja como os nobres Bereanos recebiam a mensagem de Ap. Paulo.

O SR. Anônimo também disse: pois meus queridos é uma grande pena que vocês zombem dessa mulher de Deus.

Acho que você não leu o texto direito. Ninguem zombou da Ana, estamos apenas criticando seus ensinamentos (não criticando a pessoa da Ana) a luz da Bíblia. E mais, I Tes 5.21 diz que devemos analisar e reter os ensinos, e não receber todos como crianças inocentes levadas pelo vento (Efésios 4), que acreditam em tudo em todos.

O que escrevi sobre a Ana está bem claro no texto, e está assim: Acredito que Ana Mendez é uma serva de Deus, piedosa, e certamente deseja com devoção a manisfestação do Reino de Deus.

Isto é zombar? Creio que não.


Querido,
Acredito na manisfestação do poder de Deus, mas acho que seria muita inocência acreditar em qualquer experiência. Como perguntar não ofende, gostaria de saber como você explica a experiência que a Ana teve onde Deus disse que a irmã gêmea dela que morreu foi colocada como intercessora no céu por ela? O que vocÊ sabe sobre a intercessão dos mortos pelos vivos? Me responde tendo em vista o texto de Romanos 8.26 (Espírito intercede por nós) e Romanos 8.34 (Cristo intercede por nós a direita de Deus). Será que precisamos de mais um intercessor no céu? Cristo não é suficiente? MInha avó que morreu intercede por mim? Maria mão de Jesus também? Pedro e demais apóstolos também?

Respondendo sua pergunta: vocês tambem não acreditam em paulo?

Acredito infinitamente mais nele, do que nos ensinos da Ana ( com todo respeito). Por isso prefiro ler Paulo ao invés dela. Alias, I Coríntios 14.29 Paulo diz que devemos julgar as profecias, você tem feito isto com as profecias da Ana? Se não, você não acredita em Paulo.

Espero que o Sr.(a) não fique ofendido, pois adultos sabem conversar com respeito e respeitam a opinião do próximo,

Deus lhe abençoe,
Daniel

Teóphilo disse...

A graça e a paz do Senhor Jesus Cristo sejam contigo!

Muito prazer em conhecê-lo e já virei seguidor de seu blog quando deparei com esta análise.

Meu comentário é totalmente oposto ao do anônimo, pois Deus é Verdade e a Verdade está expressa na Palavra: qualquer coisa que saia disso é suspeita, se contrariar a Palavra... é maldita!
As boas intenções não garantem a salvação, senão todos iriam para o céu e, depois desse estudo:

http://teophilo.blogspot.com/2009/06/vi-um-papel-flutuando-na-lagoinha.html

Não tenho mais certeza de que Ana e seu grupinho de amigos estejam tão bem intencionados assim...

Soli Deo Glória é um dentre os "5 Solas", nesse caso ela solenemente despreza o "Sola Scriptura"!!!

O Senhor seja contigo!

Design Gráfico disse...

Boa tarde, Me chama Maxley e gostaria de comentar algo.
Não quero entrar no mérito da discussão, apenas expressar minha opinião.
Ana mendes assim como outros profetas tem sido a parte da igreja que nos motiva a
ter algo mais profundo no Senhor Jesus. Assim como os pastores que são mestras na Palavra
de Deus nos motiva a compreender as escrituras, assim como outros ministérios extremamente importante em nossas vidas, como intercessão, libertação, louvor.ETC

Amo os Ana Mendes e o que o Espirito Santo tem feito na vida dela, e faz na
minha vida através de suas ministrações. Também amo meu pastor um grande homem de Deus que ministra em minha vida com outro ministério. O quero dizer é que o ministério e do Senhor Jesus podemos trazer a ministração de Ana Mendes a luz da Bíblia, o que ela não foge, só não é tao profunda como um mestre da palavra e se um mestre da palavra tiver a mesma motivação no senhor como a profeta para querer gerar um intimidade com o Senhor, do mesmo modo outros ministério olhem para outro ministério com mesma intensidade e amor, então poderemos desfrutar algo mais que extraordinário em Jesus.

Jesus tem todos os ministério com excelência e nos incentiva a buscar e imita-lo em tudo que ele conquistou por nos. Portanto busquemos Ao Senhor de todo nosso entendimento, entusiamos,crendo,profetizando, estudando, com um coração de um amor incomparável, olhando a pessoa de Jesus como nosso Amor Pleno. ai desfrutaremos do nosso Sr Jesus em espirito e em verdade. aqui na terra ou no céu.

Te amo Jesus

Eli disse...

Retendo o que e´bom, sem criticas , ela não é minha serva.(Biblia)

Unknown disse...

Olá, gostei muito deste seu comentário amado, realmente no seu lugar também teria esta mesma postura. Eu só gostaria de dizer que antes de conhecê-la, a abominava (rs"). E pedi ao Senhor para que tirasse este sentimento de meu coração, pois eu não via fundamento em suas ministrações e acabava perdendo as estribeiras.
Um certo dia, em oração eu tive uma visão, e realmente foi um divisor de águas em minha vida, e nunca mais deixei de ter visões espirituais, sendo assim uma das formas, das quais sou guiado por Deus. Penso que os dons são para acrescentar, e assim tem sido em mim.
Uns dois anos e meio mais ou menos, em oração Deus falou comigo em visão sobre um lugar do qual Ele queria me levar para que eu fizesse uma aliança que seria algo importante em minha vida. De antemão fiquei muito feliz, quando ao passar dos dias vi que era a tal Ana Mendez fiquei em choque, primeiro pensei: "impossível, como vou conhecê-la?", e depois: "nunca que eu iria concordar com suas mentiras".
Mas também era impulsionado ao mesmo tempo em meditar em certas coisas que ocorriam comigo, como por exemplo a rejeição das pessoas em relação ao meu relato das visões, e logo fui compreendendo que há certas experiências espirituais que não nos convém falar, e aprendi da pior forma.
Hoje sou pastor, e olho pra trás e vejo o quanto eu era de dura cerviz, pensava em ser incontestável e realmente por isso merecia ser duvidado de minha teologia. Quando a conheci foi o segundo maior momento de minha vida, não por ela, mas por mim, pois meus olhos e entendimento alavancaram de tal forma que hoje me vejo ao alcançar as almas em nossos trabalhos missionários, (juntamente com minha família), por muitos países e sei que Ana foi uma personagem essencial para que eu crescesse. Vi o que pensavam as pessoas quando leram Efésios, quando Paulo se refere as forças espirituais e à armadura de Deus, ou quando chegaram ao conhecimento do homens as revelações de João.
Hoje não tenho ligação alguma com Ana Mendez, mas sei que por intermédio do Espírito Santo em sua vida, Deus me curou do câncer que eu tinha, e da perna mais curta da minha esposa, e tive a única experiência de ir aos céus, juntamente com Ana, em espírito!

Não quero aqui contestar nada, pois quando em minha mente nada do que ela dizia se encaixava com a Palavra, era severo ao ridicularizar, não tão nobre como o seu comentário, e é belo o que fazes, pois é vero fazer o que acha que é certo, ainda mais quando se trata de preservar a integridade da Palavra de Deus!

Só quis expor uma parte deste testemunho, pois quando fui visitado por Jesus no dia em que recebi o dom de visão, fui expressamente impulsionado a levar luz aos que se encontram como eu me encontrava, e o mais importante: Jogar o que chamava de Evangelho fora, a maneira humana, grega, e adulterada de nossa teologia. Tive que reconhecer minha pobreza de espírito, e reaprender da maneira de Jesus, a maneira sem máculas e distorções da qual eu achava ser correta, antes eu era até professor em universidades, teologia não era o que faltava em mim, como fui tolo!

Não sei se isso ajudará muito, só te convido a fazer o mesmo que eu: - pedir ao Senhor que se for preciso e verdadeiro, que te revele o que lhe está oculto!

Deus te abençoe, e continue com seu trabalho abençoado!

Unknown disse...

É engraçado dizer que o que ela diz não está de acordo com a Palavra de Deus. Puxa eu realmente não entendi.
Tudo está mais do que claro. Conheço este pastor do comentário acima, pastor Eduardo, e realmente, tmbm sou prova!
Fico feliz, Deus te abençoe, gosto muito do seu blog, só não concordei com o que disse da ana mas tudo bm :D

Postar um comentário